HERMES DE PATINS, INSIGHTS E REFLEXÕES

O Idiota com Boas Referências


Recentemente, visualizei no meu feed de notícias do Facebook a publicação abaixo, que suscitou em mim uma intrigante reflexão — do Latim RE, “outra vez, novamente”, mais FLEXUS, “dobrado, fletido”, do verbo FLECTERE, “dobrar”, isto é, curvar-se ao saber.
Eu sempre fui uma apaixonada por livros. Não porque são simplesmente livros, mas porque o que me motiva a consumi-los é o que eles oferecem: Conhecimento — do latim cognoscere, o ato de conhecer.
Cresci numa casa repleta de livros, sou filha de professores apaixonados por leitura, e desde pequena meus pais sempre me incentivaram a ler. Nunca lhes dei trabalho nas lições de casa da escola, sempre fui incentivada a ser autodidata. Meu pai era Professor de Física & Química na Universidade, e minha mãe, Professora de Língua Portuguesa do estado. Lembro-me que em minha infância, na casa de meus pais, havia livros em estantes espalhadas pela sala, cozinha, quartos, e no escritório do meu pai iam do chão ao teto. Até no banheiro era possível encontrar livros “perdidos”…

O Livro, o Conhecimento & a Liberdade

idiota
Visto no meu feed de notícias do Facebook
.
A palavra “Livro” vem do latim LIBER , libertar, liberdade. Originalmente a palavra significava “parte interior da casca de árvore” e embora não haja ligação etimológica, o que é uma curiosidade (o material do livro vem das árvores), a palavra Livro é composta com o sufixo de “Liberdade”, originária do latim LIBERTAS, cuja ideia original partia do grego ELEUTHERIA (liberdade de movimento).
.
Com a evolução do termo e adaptações, passou a ter mais relação com a palavra que conhecemos hoje, e portanto, “Liber” passou a significar “livro, papel, pergaminho”.
O termo latino também tem relação com sua origem Indo-Européia LEUBH, que significava “tirar uma camada” ou “descascar”.
.
Descascar-se de que?
Uma percepção filosófica nos leva a refletir sobre descascar-se da ignorância”.
Portanto, livro é “aquele” que te livra da ignorância — da falta de conhecimento, da falta de saber. Logo, os livros foram concebidos como uma ferramenta de combate à falta do saber.

Ignorância idiotiza — Conhecimento Liberta

close up of apple on top of books.
Sobre “ser um idiota com boas referências“, bem… A palavra “Idiota”, vem do grego IDIOS e significa “indivíduo privado”, de “próprio, de si”. Era usada para designar o cidadão comum que não exercia um oficio público e representava o indivíduo que, na sociedade grega, não se importava com o coletivo, estava fechado em si mesmo.
.
Com a evolução do termo, passou a indicar o “sujeito ignorante, de pouca inteligência e valia”, por não ser capacitado para participar da vida pública e ter um cargo oficial.
.
O interessante da ideia do idiota com boas referências — numa alusão às pessoas que consomem informação, mas não acompanham e não crescem diante do conteúdo oferecido, ou talvez o próprio conteúdo consumido por estas pessoas seja de natureza limitante… — e é o que mais chama a atenção nesta frase, é o contexto do sujeito ignorante que não está capacitado para compreender o conhecimento revelado por aquele que o liberta da ignorância, ou seja, o Livro. Mas isso é uma metáfora, se pararmos para observar. Não se trata do livro físico, mas daquilo que o indivíduo é capaz de assimilar no nível da consciência, de modo que sua percepção de algo além de dele mesmo o transforme.
.
Existem literaturas, (con)textos, notícias, de conteúdo idiotizante que simplesmente espalham a ignorância, a mentira, a calúnia, a desinformação e contribuem para estupidificação e a burrice.
.
O idiota com boas referências é aquele sujeito idiólatra, ignorante não por falta de acesso à informação (muita gente confunde “ser informado” com inteligência, que é outra coisa), mas porque não desenvolveu qualidades importantes num outro âmbito da consciência que poderiam levá-lo ao patamar dos Esclarecidos, porque caminho do Esclarecido é feito por dentro, não depende do diploma, embora seu conhecimento esteja registrado em palavras. Logo, aqui não me refiro aos “cultos”, porque há muitos sujeitos cultos que não passam de idiotas com Ph.D.
.
E olha só que interessante, quando vamos em busca das raízes das palavras que usamos para definir as coisas — sim, a linguagem escraviza: a palavra Inteligência já traz em sua raiz um significado bem mais profundo, muito mais conectado ao Esclarecimento (tornar mais claro) do que o uso que lhe é dado atualmente: .
Inteligência vem do latim INTELLIGENCIA, do INTELLEGERE, uma junção do inter: que significa “entre”, com o verbo legere que significa “recolher”, “fazer escolha”, “ler”, no sentido de saber juntar as letras. Assim, a palavra Inteligência quer dizer literalmente, saber ler nas entrelinhas“, o que já nos traz a ideia de que as soluções inteligentes para qualquer questão são encontradas quando se dá muito mais atenção à informação que está escondida nas “entrelinhas”, pois é a configuração oculta que se revela nelas que abre a percepção e a torna bem mais clara.
.
Logo, o idiota com boas referências revela o caráter de ególatra, sempre gosta de ostentar sem ter nada de nobre a oferecer, “pagar de poser”.

Quando o Livro pode livrar?

livro1
.
Fica, então, a reflexão sobre os níveis de idiotice — se é que isto é uma opção, mas não consigo deixar de pensar sobre esta armadilha ideológica, nesta época em que até a libertação da ignorância virou artefato comprável, consumível e descartável — e necessita, urgentemente, da viabilidade de se tornar resgatável:
  1. Ser um idiota com boas referências;
  2. Ser um idiota sem tradição, isto é, sem referência alguma — sinceramente, não sei o que é pior, os indivíduos do primeiro ou deste segundo grupo;
  3. O idiota que deseja deixar de ser Idiota.

Se a terceira consideração for uma escolha consciente, o que tem sido feito para se chegar ao patamar dos Esclarecidos?

Seja cauteloso com a resposta…

.t


.Fonte de Inspiração do texto: diálogo entre a palavra Idiota e o Detetive Etimológico X-8, disponível em Origem da Palavra.

Conheça meus Livros Publicados

CAPALIVROS

Palestras & Workshops de Autoconhecimento: (11) 9-5430-2933 (WhatsApp)


Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.